Mini guia para escrever uma boa redação para o Enem

Home / Blog / Mini guia para escrever uma boa redação para o Enem

Mini guia para escrever uma boa redação para o Enem

Conheça as competências avaliadas e entenda como a preparação é fundamental para arrasar na sua redação.

Como escrever uma boa redação para o enem

Escrever uma boa redação é seu maior obstáculo no Enem? Só de pensar em escrever já bate o nervosismo?

Sabemos que a redação do Enem representa 20% da nota da prova e, por isso, é sim muito importante obter uma ótima pontuação para conquistar a sua vaga no tão sonhado curso de graduação. Mas não é preciso entrar em pânico! Você está se preparando para isso.

No Enem, a correção das redações é feita com um padrão de critérios e, se você conhecê-los bem, produzirá um texto que se enquadre e cumpra o que está sendo pedido.

Por isso, mantenha a tranquilidade e dedique o seu tempo de estudos a aprender os critérios avaliativos, praticar o seu texto e acompanhar as notícias da atualidadeassim, você pode se sair muito bem na redação.

Quer arrasar na redação do Enem? Então entenda quais as 5 competências avaliativas, seguindo a leitura do artigo!

Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

É preciso expressar o seu domínio gramatical na hora de escrever sua redação, respeitando as regras de concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, pontuação, flexão de nomes e verbos, colocação de pronomes oblíquos, grafia das palavras e divisão silábica na mudança de linha.

O seu texto deve ser coerente, escrito na forma culta da língua portuguesa, ou seja, sem erros ortográficos!  

Atente aos desvios considerados mais graves! São eles: períodos incompletos, descontínuos, que não sejam compreensíveis ao leitor; má pontuação, aquela que compromete o entendimento do texto; falta de concordância entre o sujeito e o verbo; e a presença de gírias.

Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.

Ao se deparar com o tema da redação, seja ele qual for, não se apavore. Leia atentamente o que está sendo solicitado, sublinhe as palavras-chave e siga as orientações fornecidas na proposta de redação. Assim, você evita a fuga ao tema.

Quando começar a escrever, lembre-se de organizar a redação: título (não é obrigatório), introdução, desenvolvimento e conclusão. A partir desta estrutura você começa a planejar seu texto dissertativo-argumentativo.

Com muita atenção ao tema proposto, você irá buscar em outras áreas do saber conteúdos que se relacionem com a temática da redação. Você pode, por exemplo, utilizar história ou geografia para contextualizar o assunto na introdução, a biologia para desenvolver o tema e propor uma solução mesclando os conteúdos já utilizados.

Essa integração das áreas de conhecimento deve ser coerente, para isso, recomendamos que você se mantenha no campo semântico do tema, usando as palavras-chave.

Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Aqui é o momento de demonstrar o seu conhecimento sobre os temas da atualidade e utilizar dados e garantias para fundamentar suas opiniões. Nesta competência é avaliada não a sua opinião em si, mas sim a coerência na seleção dela, a organização e exposição dos argumentos para a defesa do seu ponto de vista.

Estas informações podem vir do seu conhecimento prévio, de experiências pessoais ou de um planejamento argumentativo.

Você deve apresentar dois argumentos, um principal, com maior peso e outro secundário que reforça o argumento principal. Demonstrando, assim, a sua capacidade em argumentar sobre qualquer assunto fazendo relações com o mundo real.

Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Conforme você constrói o seu texto ele precisa estar progredindo uma ideia de forma coerente, relacionando as frases e parágrafos com as ideias anteriores. Para isso, você deverá estruturar seus parágrafos e utilizar elementos de coesão.

Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Chegou a hora da sua proposta, o que deve ser feito para solucionar o tema proposto na redação?
Primeiro, relembre o tema na conclusão e então, deixe bem claro quem vai fazer o quê para melhorar a situação. Seja objetivo e proponha mais de uma solução, uma para cada agente de transformação, que pode ser a mídia, a escola ou as ONGs, por exemplo.

Uma boa redação responderá: quais são as ações, quem irá executá-las, como será feita, quem serão os beneficiados e qual será o efeito desta solução.

Hora da prática

Depois de conhecer quais são as competências avaliadas você já deve ter entendido como escrever uma boa redação, mas como tudo na vida, é importante colocar em prática o que aprendemos, para memorizar e avaliar em que estágio do conhecimento que estamos.

Além de praticar a escrita do texto dissertativo-argumentativo tal como exigido no Enem, pegando como base as temáticas anteriores do exame e notícias da atualidade, você também pode exercitar a ortografia e a gramática com textos mais curtos.

Listamos aqui 3 exercícios para desenvolver a sua habilidade de escrita, que exigem maior diversidade do seu vocabulário, confira:

1. Escolha 5 pessoas que você conhece e descreva cada uma em uma frase;
2. Faça uma descrição do seu banheiro em 300 palavras;
3. Escreva uma descrição, com no máximo 200 palavras, de algum lugar. Você pode usar quaisquer elementos sensoriais. Descreva como se sente, como são os sons, os cheiros e os sabores de lá. Tente fazer uma descrição de forma que as pessoas não percam os detalhes visuais.

Estes exercícios podem ser alterados sem perder o propósito de ampliar o seu vocabulário e treinar a sua escrita. Você pode descrever objetos, músicas, fazer uma descrição do seu quarto ou da sua casa dos sonhos e ainda descrever outros ambientes, sejam eles agradáveis ou não. As possibilidades são diversas. E escrever bem é fundamental.

A redação tem um peso muito grande no Enem e exige dos seus conhecimentos para apresentar uma ideia e defender ela utilizando dados e garantias reais.

Assim como o simulado prepara você para o exame, a prática textual é fundamental para que você aprenda a organizar suas ideias e produza uma boa redação.

E lembre-se, mantenha a calma, se você se preparar para o Enem não há motivos para ficar nervoso na hora do exame.

Se você precisa de um apoio, conte com o Riachuelo durante a sua jornada, estamos aqui para preparar você na conquista do seu sonho!

Gostou do texto? Então, deixe nos comentários dicas ou dúvidas que possam ter surgido!

___________________

Entre em contato com o Riachuelo Enem e Vestibulares (55) 3025-8855 ou faça uma visita: Rua Venâncio Aires, 1980, Santa Maria/RS, vamos adorar participar da sua jornada para conquistar a aprovação dos seus sonhos.

Últimas notícias

Deixe um comentário